Unileão conscientiza para cuidados no trânsito

Instituição apoia o movimento “Maio Amarelo”, que objetiva a redução de acidentes de trânsito.

05/05/2020 09:15 am - COMPARTILHE: - + Imprimir

Visando conscientizar para a prevenção aos acidentes de trânsito, o Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão) apoia o movimento Maio Amarelo, que surgiu com o intuito de chamar a atenção da população para o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo. A marca da iniciativa, o laço na cor amarela, simboliza a atenção que deve acompanhar os condutores no trânsito.

O tema da campanha definido para 2020 é “Perceba o risco. Proteja a vida!”. A iniciativa desse ano pretende orientar para que cada um faça a sua parte, adotando escolhas prudentes e comportamentos adequados para um trânsito seguro, tendo como premissa o respeito à vida e à integridade física das pessoas.

O mês da campanha foi escolhido em maio de 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Desde então, a iniciativa popularizou-se em todo o mundo, inspirando ações de advertência a condutores e pedestres sobre as legislações de trânsito e a prevenção aos acidentes.

Saiba como contribuir para um trânsito mais seguro e incentivar para que essa cultura seja compartilhada:

  • Não use o celular enquanto dirige: a distração é um dos principais fatores de risco para quem está ao volante;
  • Respeite as vagas reservadas para idosos e pessoas com deficiência, a gentileza melhora a convivência no trânsito;
  • Não dirija na contramão, respeite a sinalização;
  • Motociclistas devem usar sempre os equipamentos de proteção;
  • Respeite os limites de velocidade;
  • Todos os ocupantes do veículo devem usar o cinto de segurança;
  • Pedestre deve ser sempre respeitado;
  • Não dirija sob o efeito de álcool ou qualquer outra droga que altere o estado de consciência ou reduza os reflexos e a atenção ao trânsito;
  • Dirigir cansado ou com sono é tão perigoso quanto dirigir alcoolizado. Descanse antes de pegar a estrada.

Dados

De acordo com estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 1,35 milhão de pessoas perdem a vida todos os anos em decorrência de acidentes de trânsito. Além disso, as lesões causadas pelo trânsito são o principal motivo de morte de crianças e adolescentes com idade entre 5 e 14 anos e a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Na economia, infrações e acidentes dessa natureza representam US$ 518 bilhões de custo por ano para cada país.


COMPARTILHE: