Unileão avança nas ações de sustentabilidade e tem resultados positivos em 2019

Instituição realizou práticas sustentáveis durante todo o ano passado. Os esforços do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão) para investir em práticas sustentáveis e na educação socioambiental estão sendo refletidos em resultados positivos e avanços importantes ano a ano. Com a premissa de ser uma […]

17/01/2020 10:52 am - Atualizado em 24/01/2020 21:31 pm - COMPARTILHE: - + Imprimir

Instituição realizou práticas sustentáveis durante todo o ano passado.

Os esforços do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão) para investir em práticas sustentáveis e na educação socioambiental estão sendo refletidos em resultados positivos e avanços importantes ano a ano. Com a premissa de ser uma instituição comprometida com as gerações futuras, a Unileão realizou ações deste caráter durante todo o ano de 2019, por meio do Núcleo de Sustentabilidade e do Programa de Educação Ambiental e Social (Peas).

As ações de sustentabilidade da Unileão incluem a coleta e a destinação correta de resíduos sólidos, a reutilização de 100% da água com a Estação de Tratamento de Água do campus Lagoa Seca, a produção e a utilização de energia renovável e as atividades ligadas aos cursos de graduação e à promoção da qualidade de vida no trabalho para os colaboradores da Instituição. Além disso, projetos de extensão também promovem atividades em conjunto com a comunidade do Cariri.

Energia solar

O investimento da Unileão para aproveitar a luz solar vem gerando energia renovável desde 2016, quando foi produzido, naquele ano, 229.975 kWh de energia limpa. Já em 2019, a Unileão produziu 577.283 kWh e finalizou o ano funcionando com cerca de 75% de energia solar.

Água reutilizada

A Unileão possui uma Estação de Tratamento de água com capacidade para reutilizar 12.000 litros de água diariamente. Em 2018, foram contabilizados 3.600.000 mil litros de água tratada. Já em 2019, foram 4.008.000 mil litros de água reutilizada para a irrigação de jardins, limpeza e obras de construção civil realizadas na Instituição.

Coleta de óleo

Por pensar nos prejuízos que o óleo de cozinha causa ao solo, ao ar e à vida de muitos animais, inclusive do homem, o Programa de Educação Social e Ambiental dos cursos de Administração e Gestão de Recursos Humanos (PEAS ADM/RH), em parceria com a empresa Sabão Juá, implantou um ecoponto para coleta de óleo de cozinha usado no campus Lagoa Seca.

Em 2019, foram arrecadados mais de 200 litros de óleo na Instituição. No total, 163 litros foram doados à comunidade do Sítio Lagoinha, localizada no município do Crato, para a produção de produtos de limpeza e higiene pessoal, e 80 litros doados para o Núcleo de Apoio e Evangelização à Criança com Câncer (NAECC), localizado em Juazeiro do Norte.

Árvores

Como forma de auxiliar na redução das consequências do desmatamento no país, o Núcleo de Sustentabilidade da Unileão realizou, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte, uma ação de plantio de mudas nos três campi da Instituição. No total, foram plantadas 14 mudas nos terrenos do Centro Universitário. Além disso, foram distribuídas mais de 150 mudas de árvores para os alunos e o público visitante durante diferentes ações.

Papel

A política de separação do resíduo “papel” do lixo comum é realidade na Unileão. Em 2019, a Instituição conseguiu separar do lixo comum o equivalente a 2.322 Kg de papel, mais que o dobro do recolhido em 2018. O material foi doado à Associação Engenho do Lixo, localizada em Juazeiro do Norte, para a reciclagem. Isso representa a preservação de até 200 árvores.

Copos descartáveis

Os copos plásticos descartáveis são extremamente prejudiciais ao meio ambiente, demorando de 200 a 400 anos para se decomporem. Dessa forma, em 2019, a Unileão lançou a campanha “Troque o copo descartável por outro recipiente reutilizável”. Em comparação ao ano de 2018, a média de copos descartáveis utilizados por dia reduziu em cerca de 35% no campus Lagoa Seca.

Garrafas PET

Ainda em 2019, os alunos do curso de Medicina Veterinária da Unileão fabricaram 30 casinhas de garrafas PET para animais de rua de Juazeiro do Norte. E o projeto do Enactus Leão Sampaio reutilizou duas mil garrafas PET para a construção de 10 hortas comunitárias.


COMPARTILHE: