Unileão promove atividades em alusão ao Mês da Mulher

A Unileão reconhece a importância das mulheres para a sociedade e a necessidade de dar visibilidade às reivindicações desse grupo de pessoas.

06/03/2020 16:17 pm - Atualizado em 06/03/2020 17:42 pm - COMPARTILHE: - + Imprimir

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, o Centro Universitário Doutor Leão Sampaio, por meio dos seus cursos de Serviço Social e Psicologia, e em parceria com o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), promoverá o evento “Mulheres Fortes”. A atividade será aberta ao público e acontecerá nos dias 9 e 10 de março, das 18h às 22h, no auditório E do campus Lagoa Seca. Para os alunos da Instituição, a participação contará como atividade complementar com a carga horária de 20h.

Segundo a profa. Jacsa Viera, do curso de Serviço Social, essa ação tem o intuito de analisar criticamente o protagonismo da mulher na sociedade atual, refletir sobre o impacto das ações protagonizadas pelas mulheres nas suas comunidades e articular o debate sobre a criação de abrigo para mulheres vítimas de violência doméstica na região do Cariri.

Na ocasião, ocorrerá, ainda, um momento de mobilização da comunidade acadêmica com a sociedade civil, em especial as mulheres, para uma ação conjunta de reflorestamento, visando à preservação e sustentabilidade do meio ambiente.

Mulher e Saúde Mental

O curso de Psicologia da Unileão também promoverá a mesa-redonda “Mulher e Saúde Mental”, no dia 12 de março, a partir das 18h30, no auditório do bloco E do campus Lagoa Seca. O momento será aberto ao público e as inscrições poderão ser realizadas no local e horário do evento.

Mesa-redonda da Enfermagem

A Liga Acadêmica de Enfermagem em Saúde da Mulher e da Criança (LAESMC) realizará, no dia 18 de março, uma mesa-redonda em celebração ao Dia Internacional da Mulher. O evento será voltado para os alunos do curso de Enfermagem da Instituição e ocorrerá a partir das 18h, na sala de espelhos do campus Saúde.

Semana da Mulher do curso de Fisioterapia

O curso de Fisioterapia da Unileão oferecerá diversos serviços e orientações voltadas à saúde da mulher para as colaboradoras da Instituição, entre os dias 10 e 12 de março. Os atendimentos ocorrerão nos turnos manhã e tarde, na clínica-escola da Instituição.

Unileão valoriza a mulher

Alguns dos desafios a serem superados pelas mulheres estão no mercado de trabalho, onde muitas ainda precisam enfrentar uma longa batalha para conquistar um cargo de liderança, por exemplo. Estudos revelam que apenas 3% dos líderes empresariais no Brasil são mulheres e que a probabilidade de uma mulher se tornar diretora é 50% menor do que a de um homem. A pesquisa da Bain & Company, realizada em parceria com o LinkedIn, mostra que uma mulher está quase duas vezes mais propensa a receber remuneração menor do que os homens em posições semelhantes.

No entanto, ciente de que a promoção da igualdade de gênero gera ganhos positivos para toda a sociedade, a Unileão caminha em oposição aos dados negativos do cenário nacional. De todas as contratações realizadas na Instituição, 55% são de mulheres. Além disso, dos 50 cargos de gestão existentes no Centro Universitário, 54% são ocupados por mulheres. A Unileão também assegura a equidade salarial entre todos os profissionais contratados pela Instituição.

Sobre o Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher teve origem no início do século 20, em prol das reivindicações de trabalhadoras europeias. Em 1910, durante a Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, na cidade de Copenhague, as participantes propuseram que todas as mulheres ao redor do mundo se unissem para pleitear melhores condições de trabalho, direito ao voto e a ocupar cargos públicos. Desde então, a data é marcada por manifestações de busca por direitos.

O 8 de março foi decretado oficialmente pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional da Mulher em 1975. A iniciativa da entidade teve por intuito relembrar as conquistas sociais, econômicas e políticas de todas as mulheres, bem como refletir sobre os avanços que ainda são necessários.

Para 2020, a ONU Mulheres definiu como tema da campanha do Dia Internacional da Mulher o seguinte mote: “Eu sou a Geração Igualdade: concretizar os direitos das mulheres”. Para a entidade, mesmo com progressos, as mudanças têm demorado a serem sentidas pela maioria das mulheres e meninas em todo o mundo.

Confira algumas conquistas femininas no Brasil:

1827: Autorização para frequentar a escola

1962: É criado o Estatuto da Mulher Casada

1977: Sancionada a Lei do Divórcio

1879: Aceitação nas faculdades

1928: Eleição da primeira prefeita no Brasil e na América Latina

1934: Regulamentação do direito ao voto feminino no Brasil

1979: Autorização para a prática de qualquer esporte

1980: Aceitação de mulheres nas Forças Armadas

1985: Criação da primeira Delegacia da Mulher

1988: Direito à licença-maternidade de 120 dias

1996: Ampliação da participação das mulheres na vida política brasileira

2002: Falta de virgindade deixa de ser motivo para um homem anular o casamento

2006: Sanção da Lei Maria da Penha

2010: Eleição da primeira mulher presidente do Brasil

2011: Marcha das Vadias chega ao Brasil

2015: Aprovação da Lei do Feminicídio

2015: Primeira Casa da Mulher Brasileira é inaugurada

2015: Direito a registrar o próprio filho

2015: Direito à cirurgia reparadora decorrente de violência contra a mulher

2018: Pessoas trans podem alterar seus nomes indo apenas ao cartório

2019: Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprova proposta que estende licença-maternidade para seis meses

 

Serviço

“Mulheres Fortes” promovido pelos cursos de Serviço Social e Psicologia

Data: 9 e 10 de março

Local: Auditório E, campus Lagoa Seca


Programação:

  • Dia 09/03

18h – Credenciamento

18h30 – Abertura e apresentação cultural

18h45 – Mesa-redonda com relatos de experiências

21h – Debate

  • Dia 10/03

18h – Credenciamento

18h30 – Audiência pública promovida pelo MPCE

 

“Mulher e Saúde Mental” promovido pelo curso de Psicologia

Data: 12 de março

Horário: 18h30

Local: Auditório do bloco E, campus Lagoa Seca

 

Mesa-redonda em celebração ao Dia Internacional da Mulher promovido pelo curso de Enfermagem

Data: 18 de março

Horário: 18h

Local: Sala de espelhos, campus Saúde


COMPARTILHE: