Clínica-Escola de Fisioterapia da Unileão atende crianças com Síndrome de Down

Dia Mundial da Síndrome de Down é celebrado neste sábado (21).

20/03/2020 11:49 am - Atualizado em 20/03/2020 12:03 pm - COMPARTILHE: - + Imprimir

Com o objetivo de informar e conscientizar a população sobre a importância da busca pelos direitos igualitários e da inclusão, é celebrado o Dia Mundial da Síndrome de Down neste sábado (21). O Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão) incentiva a inclusão e uma das formas da Instituição contribuir para isso é por meio do atendimento a crianças com essa condição genética na Clínica-Escola de Fisioterapia da Unileão.

As alterações no desenvolvimento psicomotor que as crianças com Síndrome de Down apresentam são o principal motivo que levam os pais a procurarem atendimento. Entre as alterações, estão: tônus diminuído (hipotonia), frouxidão ligamentar, força muscular diminuída, alteração na apresentação dos reflexos, além de alterações visuais, auditivas e as cardiopatias congênitas.

A Clínica-Escola de Fisioterapia da Unileão, por meio do setor de neuropediatria, atende esses pacientes auxiliando-os especificamente no desenvolvimento motor e colaborando para que essas crianças atinjam o potencial de desenvolvimento adequado.

De acordo com a profa. Viviane Gomes, do curso de Fisioterapia da Unileão, as crianças em estimulação têm a chance de experimentar o movimento apropriado, estabelecendo padrões de movimento de melhor qualidade e evitando os desalinhamentos posturais.

“Durante a terapia, oferecemos às crianças condições que despertem o desejo delas reagirem aos estímulos e, assim, desenvolverem suas habilidades motoras. O início da estimulação deve ser o mais precoce possível, já que a plasticidade neural tem sua maior intensidade nos primeiros meses de vida”, explica.

Durante o tratamento na Clínica-Escola de Fisioterapia da Unileão, os pais das crianças com Síndrome de Down também participam de forma ativa, aprendendo e sendo orientados para a continuação dos estímulos corretos em domicílio.

Atendimento na Clínica-Escola de Fisioterapia

Os atendimentos realizados na Clínica-Escola de Fisioterapia são voltados à população e realizados pelo menos três vezes por semana, podendo até ser diariamente, a depender da situação e do caso da criança. Os atendimentos são feitos de forma gratuita por estudantes supervisionados por preceptores e fazem parte de um componente curricular obrigatório.

Para a obtenção do serviço é necessário apresentar encaminhamento médico, realização de cadastro na recepção geral da Clínica-Escola e aguardar o agendamento. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (88) 2101-1065.

Como parte das medidas de prevenção ao coronavírus, o Comitê Interno de Enfrentamento ao covid-19 da Unileão decidiu interromper o funcionamento dos três campi e da Clínica-Escola da Instituição pelos próximos 10 dias devido ao cenário de propagação do covid-19 no estado do Ceará e em território nacional. A interrupção ocorrerá a partir desta sexta-feira (20), seguindo a recomendação do Governo do Estado do Ceará. Esse prazo poderá ser prorrogado a depender da situação epidemiológica do coronavírus.

Síndrome de Down

A Síndrome de Down ou trissomia do cromossomo 21 é a cromossomopatia mais comum no século 21. Não se trata, portanto, de doença, mas sim de uma mutação do material genético humano. Os motivos para a ocorrência da Síndrome de Down ainda são desconhecidos, mas o que se sabe é que começa na gestação, quando as células do embrião são formadas com 47 cromossomos, sendo que o normal seriam 46 cromossomos.

Dia Mundial da Síndrome de Down

A data foi escolhida pela Down Syndrome International e sugerida pelo geneticista Stylianos E. Antonarakis, da Universidade de Genebra, fazendo alusão aos 3 cromossomos no par número 21, característicos das pessoas com a síndrome.

A data encontra-se no calendário oficial da Organização das Nações Unidas, sendo celebrada pelos 193 países membros da ONU.


COMPARTILHE: