Unileão interrompe aulas pelo período de 15 dias

Período pode ser prorrogado a depender da situação epidemiológica.

16/03/2020 16:22 pm - Atualizado em 23/03/2020 19:44 pm - COMPARTILHE: - + Imprimir

O Comitê Interno de Enfrentamento ao covid-19 do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão) decidiu, nesta segunda-feira (16), interromper as aulas na Instituição pelo período de 15 dias devido ao cenário de propagação do covid-19 em território nacional. A interrupção ocorrerá a partir de hoje (16) e seguirá até o dia 31 de março, sem prejuízo acadêmico para os estudantes da Unileão. Esse prazo poderá ser prorrogado a depender da situação epidemiológica.

A Unileão ressalta a importância dos alunos seguirem as orientações de prevenção ao coronavírus enquanto estiverem em casa. As recomendações podem ser acessadas por meio deste link.

A Instituição também pede que os estudantes fiquem atentos aos comunicados publicados no Portal do Aluno, no site unileao.edu.br e nas redes sociais, onde informará sobre o andamento do processo e como se dará as atividades acadêmicas neste período.

Dias sem aulas presenciais não são férias

Os dias sem aulas presenciais anunciados pela Unileão não representam férias, é o que destaca o Comitê Interno de Enfrentamento ao covid-19 do Centro Universitário. Os profissionais que integram o grupo enfatizam que a decisão da interrupção das aulas só é efetiva no controle da propagação do vírus se as orientações forem obedecidas, incluindo a de isolamento social, evitando aglomerações.

O Comitê salienta que quem puder ficar em casa deve sair apenas para atividades estritamente necessárias, evitando a utilização do tempo livre para situações de lazer contraindicadas para o atual cenário de expansão do covid-19. Mais do que o controle de possíveis contágios pontuais entre a sua comunidade acadêmica, a suspensão das aulas deve ser vista como um compromisso institucional, social e com a saúde pública.


COMPARTILHE: